Acessibilidade para cadeirantes na passarela do Bela Vista é ignorada.
05/11/2018 15:56 em LEOPOLDINA

 

Já não bastava a dificuldade de acesso a passarela do Bela Vista pelo estado precário do final das ruas Rolando Ladeira no Bela Vista, e Franklin José da Silva do outro lado, Pirineus, agora colocaram barras de ferro para dificultar ainda mais a vida de cadeirantes, vendedores de picolé e até carrinhos de bebê! Alguns até passam, mas modelos maiores de carrinho de picolés e de bebês, não.

 

Ás barras de ferro foram colocadas pela prefeitura, por indicação do vereador Elvécio Barbosa como divulgado em rede social, o motivo alegado seria o tráfego de motociclistas pela passarela, o que é proibido, porém ignorado. Mas em contra partida, os portadores de deficiência, e pessoas com mobilidade reduzida que já tinham grande dificuldade de trafegar pela passarela por não terem uma via que os possibilite tal acesso no final das ruas mencionadas, agora estão ainda mais limitados após a colocação das barras de ferro tão comemorada em rede social. 

Vale ressaltar, que a Lei de Acessibilidade, de nº 10.098 foi criada em 19/12/2000 para estabelecer normas e critérios básicos para a promoção da acessibilidade para portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida. Ela determina, primordialmente, a remoção de barreiras e obstáculos em vias, espaços públicos e edificações para que estas pessoas com dificuldade em locomoção, possam alcançar e utilizar, com segurança e autonomia, os espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, as edificações, os transportes e os sistemas e meios de comunicação.

 

 

Fonte: Redação da Rádio Jornal

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!