Vereadores sugerem construção de novo reservatório de água em Ribeiro Junqueira
08/11/2018 07:02 em REGIÃO

 

Nos últimos dias, Ribeiro Junqueira tem enfrentado sérios transtornos causados pela falta de água. Esse problema foi tema de discussão durante a reunião ordinária da Câmara Municipal de Leopoldina, realizada na segunda-feira 05 de novembro de 2018 e que contou com a presença de um grupo de moradores da localidade.

Após constatarem o problema durante visita ao distrito, os vereadores Pastor Darci José Portella, Elvécio de Souza Barbosa e Jacques Villela apresentaram uma indicação sugerindo ao Poder Executivo a construção de um novo reservatório em Ribeiro Junqueira para atender à demanda da população. A indicação nº 361/2017 recebeu assinatura de apoio do vereador José Ferraz Rodrigues e foi aprovada por unanimidade.

Ao justificarem sua iniciativa, os autores destacaram que um novo reservatório proporcionaria um reforço no atendimento ao distrito, evitando problemas com o desabastecimento. Segundo eles, o novo reservatório teria a mesma capacidade do atual, ou seja, 60.000 litros. Além disso, os parlamentares também ponderaram a necessidade de aquisição de uma bomba reserva, com potência de 10 mil litros/hora, que ficaria no almoxarifado da Prefeitura para atender os distritos em situações emergenciais.

Os autores da proposição ponderaram que as sugestões apresentadas são necessárias para amenizar o problema e que visam garantir melhorias na qualidade de vida da população, que não pode conviver com situações de desabastecimento de água em pleno século 21.

Moradores de Ribeiro Junqueira acompanham reunião da Câmara de Vereadores

Um grupo de moradores de Ribeiro Junqueira compareceu à Câmara e acompanhou a reunião ordinária realizada na segunda-feira, 05 de novembro de 2018. Na oportunidade, os cidadãos demonstraram indignação com os transtornos causados no distrito em virtude da falta de água registrada nos últimos dias e solicitaram apoio dos vereadores na busca de uma solução para o problema.

Durante toda a reunião, os parlamentares se alternaram em pronunciamentos de apoio aos presentes, esclarecendo que o Legislativo tem cumprido com sua obrigação de cobrar ações concretas do Executivo para solucionar esse contratempo.

Os vereadores salientaram que a falta de água nos distritos é crônica no município e disseram não entender por que a Prefeitura não adquire uma bomba reserva para atender mais rápido em situações emergenciais. Eles repudiaram o fato de se gastar até 12 dias para resolver um desabastecimento de água nas comunidades.

Durante a reunião, foi esclarecido que todos os vereadores fizeram veementes cobranças junto à Prefeitura para encontrar uma alternativa para o impasse, pois não é permitido por lei que a Câmara Municipal utilize recursos do seu orçamento para intervir no problema.

A qualidade da água utilizada em Ribeiro Junqueira também foi alvo de debate, sendo sugerida a realização de exames periódicos para verificar as características do líquido. Além da solidariedade ao drama dos moradores, os parlamentares também advertiram os presentes sobre a necessidade de mudança de comportamento da população, que esbanja água com piscina, carros e criações, prejudicando, assim, uma parcela de moradores.  

Os vereadores comentaram sobre a possibilidade de implantar a COPASA em Ribeiro Junqueira como forma de solucionar o problema crônico de falta de água. Para eles, a população deve avaliar se deve pagar ou não uma taxa mínima para ter uma água de qualidade, tratada e em abundância.

Ao final, os parlamentares colocaram-se à disposição para receber as reclamações dos moradores e também para votar projetos que possam resolver este impasse. Eles reafirmaram que a Câmara continuará cobrando insistentemente ações efetivas do Executivo e elogiaram a postura e a disposição dos cidadãos em lutar por seus direitos.

Fonte> Câmara Municipal de Leopoldina/ Jornal Leopoldinense

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!