Advogado da Prefeitura de Cataguases avisa que ela pode fechar as portas a qualquer momento
05/12/2018 06:58 em REGIÃO

 

"Os recursos próprios da Prefeitura (de Cataguases) acabaram. Hoje ela tem apenas vinte mil reais em caixa e a situação chegou ao ponto mais grave de toda esta crise." A frase foi dita no começo da tarde desta terça-feira, 04 de dezembro, pelo advogado do Executivo Municipal, Roosevelt Pires, durante sessão da Câmara Municipal de Cataguases, em referência ao calote que o Governo de Minas vem dando nos municípios. Ele completou dizendo ser "uma questão de tempo a prefeitura fechar as portas como tantas outras de Minas Gerais." No caso, seria uma paralisação temporária, uma espécie de férias coletivas, explicou posteriormente à reportagem do Site do Marcelo Lopes.
 
imageSegundo disse com exclusividade ao Site após fazer o anúncio em público, "há tempos que nós estamos lutando, intermediando, brigando, mas agora eu acho que realmente nós chegamos ao fundo do poço, a um ponto muito crítico. Nesta manhã uma reunião do Executivo constatou ter hoje em recursos próprios vinte mil reais", revelou. E reiterou a possibilidade do município fechar as portas nas próximas horas,"inclusive a reunião de hoje tratou deste assunto", disse. Roosevelt revelou que os servidores receberam o ticket alimentação deste mês - que foi pago com atraso - "graças a um recurso no valor de R$ 50 mil repassados pelo Legislativo Municipal". Sobre o décimo terceiro e o pagamento deste mês ele foi ainda mais pessimista: "Não tem ainda previsão de ser pago."
Aquele advogado foi mais longe ao afirmar que "nós estamos vivendo uma situação muito crítica. A gente não pode contar com valor nenhum, porque entra e sai numa rapidez que a gente não tem controle." Se a decisão de fechar a prefeitura for tomada, Roosevelt informou que o prefeito virá a público anunciar a decisão. Ele adiantou já estar certo o fechamento da Prefeitura ao público de 26 de dezembro a 02 de janeiro, inicialmente. Questionado sobre o tema, o Secretário Municipal de Fazenda, Mauro Fachini disse que a decisão oficial virá somente após a reunião de prefeitos prevista para acontecer no próximo dia 07, em Juiz de Fora. Sobre a situação do caixa da prefeitura, Mauro disse que o município aguarda o repasse do ICMS que, conforme informou, "já devia estar na conta."
 
 
Fonte: Marcelo Lopes
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!