Carreta causa transtornos arrebentando fiação no centro de Leopoldina
05/01/2018 - 7h58 em LEOPOLDINA

 

O médico Dr. Dilfar Monteiro Arruda envia fotografia à redação do jornal Leopoldinense registrando o momento em que uma carreta-baú de uma grande empresa de eletrodomésticos com filial em Leopoldina,  arrebenta cabos de telecomunicação aérea na Praça Juiz Gama Cerqueira, a popular Praça do Urubú. Na mensagem enviada via WhatsApp ele comenta que não é a primeira vez que isso acontece.

Nota do Editor

Realmente, é muito comum observar que carretas de grande porte causam problemas nas vias públicas de Leopoldina, seja na obstrução do trânsito ao estacionarem em pontos de carga e descarga localizados em ruas estreitas e de grande movimento, seja trafegando de forma lenta à procura de local para estacionar, causando retenção no já caótico trânsito da cidade.

Desde o início da década de 1970 o problema já causava preocupação, ao ponto do então vereador Ely Rodrigues Neto ter apresentado uma proposta na Câmara Municipal de Leopoldina para inibir o tráfego de grandes caminhões pelas ruas de Leopoldina. Sua proposta não foi aceita porque entenderam que ela prejudicaria o comércio local.

Anos mais tarde, no final da década de 1980, quando foi prefeito Antônio Márcio Cunha Freire, o problema causado pelos veículos de grande porte continuava a incomodar e chegou-se a discutir a viabilidade da construção de um “Porto Seco’ às margens da BR-116, de onde as mercadorias seriam distribuídas em veículos de menor porte para o seu destino final na cidade.. Infelizmente, a ideia nem chegou a ser colocada no papel.

Na medida em que se sabe que a Câmara Municipal de Leopoldina instituiu recentemente um ‘Banco de Idéias’, este jornal coloca em discussão a busca de uma solução para o grave problema que afeta o cotidiano dos leopoldinenses. Fica aqui a ideia à procura de solução.

Fonte: Jornal Leopoldinense

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!