Infestação de caramujos preocupa moradores do Nova Leopoldina
12/01/2018 - 8h05 em REGIÃO

 

Moradores do Bairro Nova Leopoldina estão preocupados com a infestação de caramujos africanos. Eles apareceram em alguns terrenos baldios e embora pareçam inofensivos, o contato direto pode causar sérios problemas de saúde. Até o momento não há registro de nenhuma doença transmitida pelo molusco no município. No entanto, o Setor de Endemias orienta a população para tomar alguns cuidados preventivos.


Leitores que procuraram a Redação do Jornal O Vigilante Online através do WhatsApp e Facebook temem a transmissão dessas doenças. Uma moradora, com dois filhos pequenos, disse que tenta evitar que eles tenham contato com os caramujos. "Criança, por não ter a noção de nada, pode achar que é um brinquedo e pegar. Minha preocupação tem sido grande", enfatizou.

A Reportagem apurou que cada um dos bichos põe até dois mil ovos por ano. A rapidez na reprodução é pelo fato de que eles são hermafrodita. 

Segundo informações do Supervisor Geral do Setor de Endemias da Prefeitura, Arâncio Gomes, uma ação permanente de combate aos caramujos e outras pragas tem sido feita nos bairros em Leopoldina. Recentemente um mutirão de limpeza foi realizado no Nova Leopoldina e nas imediações do Cidade Alta que apresentava incidência de pulgas em uma de suas ruas.

A orientação é que se evite o contato com os moluscos. Os alimentos que entraram em contato com os mesmos devem ser descartados. 

Mutirão realizado pelo Setor de Endemias da Prefeitura de Leopoldina

 

Fonte: O VIGILANTE ONLINE - Júlio Cabral

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!