Mineira celebra tratamento para melhorar visão do filho: 'Em breve verá as estrelas do céu junto conosco!'
14/05/2018 - 7h47 em REGIÃO

 

O domingo (13) de dia das mães para a Kátia Vidal, moradora de Juiz de Fora, é marcado pela gratidão após acompanhar o filho João Victor, de 5 anos, por quase um mês em um hospital na Tailândia.

G1 acompanha a jornada da família desde a mobilização nas redes sociais iniciada há um ano por ela, pelo marido Victor para conseguir R$ 150 mil para pagar o tratamento médico, que descobriu pesquisando na internet.

"Meu dia das mães do ano passado foi de esperança em conseguir uma qualidade de vida melhor para meu filho! E agora, o sentimento é de paz! Como se tivesse ganhado uma batalha! Sensação única em saber que fizemos de tudo para levar nosso filho para outro lado do mundo, na certeza de que ele terá uma vida melhor e que, em breve, verá as estrelas do céu junto conosco", contou em entrevista ao G1.

O menino tem 15% da visão e só enxerga vultos e imagens embaçadas. Ele nasceu com displasia septo-óptica (DSO), conhecida como Síndrome de Morsier, que atrofia o nervo óptico. Foram nove meses de campanha até o anúncio, em janeiro deste ano, de que o valor foi arrecadado.

O tratamento seria feito inicialmente na China, mas foi realizado em outro hospital da mesma instituição em Bangcoc, capital tailandesa, onde tiveram o acompanhamento de um tradutor.

Para outras famílias que estejam em situação semelhante, Kátia Vidal ressalta para manterem a esperança e a fé. "A mensagem que eu tenho para esses pais é que não desistam nunca! Pois o nosso Deus é o Deus do impossível e Ele tudo pode!", destacou.

E a todos que contribuíram de alguma forma para tornar possível o tratamento de João Victor no exterior, a mineira declarou, mais uma vez, todo o agradecimento da família.

 

"Eu fico sem palavras para agradecer a todos que nos ajudaram. Minha frase se resume em gratidão! E que cada um que nos ajudou receba em dobro tudo o que fez! Que Deus abençoe abundantemente a todos", afirmou.
Fonte: G-1 Zona da Mata
COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!